É flagrado sem camuflagem o novo crossover da Volvo

8 06 2012

Foi flagrado sem camuflagem o novo crossover da marca sueca Volvo, que provavelmente irá ser chamado de XC40.

O XC40, que tem como base o hatch V40, vem para brigar diretamente com outros crossovers como Audi Q3, BMW X1 e Range Rover Evoque. As diferenças em relação ao hatch não são muito grandes, essas modificações são mais no visual característico de um carro mais aventureiro, como barras longitudinais no teto e alguns detalhes especiais. Muda também os pára-choques e as luzes de neblina.

O crossover vai fazer sua apresentação oficial no Salão de Paris, em setembro e as opções de motorização tendem a ser as mesmas do V40, 1.6 150cv, 1.6 turbo de 180cv e o 2.5 T5 que gera 254cv.

Por Daniel Motta





Saab reinicia os contadores e retoma produção na Suécia

26 03 2010

Depois de quase ter sido apagada da história em uma novela de negociação que durou mais de um ano, a Saab está de volta à ativa. E com todo o gás, diga-se de passagem. A fabricante sueca, agora sob o comando da holandesa Spyker, retomou a produção na histórica fábrica de Trollhattan, na Suécia, e decidiu ‘zerar’ o contador. Uma unidade do sedan 9-5 marca o início de uma nova era, simbolizada pelos adesivos com o número “001” colado no capô do modelo.

Leia o resto deste post »





Oficial: GM e Koenigsegg confirmam acordo para venda de Saab

18 08 2009

O controle da Saab voltará para as mãos dos suecos. A montadora, que integrava totalmente o Grupo GM desde 2000, terá suas ações vendidas para a fabricante de superesportivos e nome complicado Koenigsegg. Desde o início da crise que resultou em sua concordata e profunda reforma, a GM tinha planos de vender a Saab, e a sueca Koenigsegg era uma das mais cotadas para assumir o controle da marca.

logotiposaab

Não foram revelados detalhes financeiros da compra que deverá ser finalizada até o final do ano, mas sabe-se que a fabricante de superesportivos irá contar com a ajuda do Banco Europeu de Investimentos, com o apoio do governo sueco, para honrar a compra. Na nota, a GM informou que a Saab será desligada dos planos de reestruturação da montadora nos próximos dias, mas afirmou que seus veículos irão continuar a compartilhar tecnologia e serviços com os modelos suecos por ainda um tempo. Os planos do Grupo Koenigsegg, que foi criado para agrupar a Saab, são de fazer com que a empresa torne-se independente e ao mesmo tempo rentável.

Por Carlos Eduardo Tobias





Sueca Saab pede concordata

20 02 2009

Subsidiária sueca da General Motors, a Saab anunciou na manhã desta sexta-feira (20) o pedido de concordata para se reorganizar financeiramente e evitar uma futura falência. Segundo o portavoz da empresa Margareta Hagstrom, o pedido foi realizado hoje e há expectativa de que o tribunal divulgue a decisão até o fim do dia. Recentemente a GM pediu novo empréstimo ao governo norteamericano a fim de salvar a Saab, mas a concessão foi negada.

logotiposaab

Em seu plano de re-estruturação apresentado esta semana, a GM afirmava que, caso recebesse o empréstimo, a Saab sobreviveria até janeiro de 2010, mesmo que com bastante dificuldade. Na Suécia, o pedido de concordata é um procedimento legal e a partir daí o juiz determinará um novo nome para administrar a empresa. Atualmente a montadora sueca conta com um quadro de empregados com mais de 4.000 funcionários e calcula-se que ela gere cerca de 25 mil empregos indiretamente.

Por Fillipe Vivas





Governo sueco aprova ajuda para Saab e Volvo

11 12 2008

Mesmo estando em processo de venda (pelo menos oficialmente a Volvo), as duas montadoras suecas Saab e Volvo, pertencentes respectivamente aos grupos General Motors e Ford, pediram apoio financeiro ao governo sueco. A resposta logo veio.

saab-logo1 logotipovolvo2

Foi anunciado hoje (11) que o governo da Suécia aprovou um pacote de ajuda para a indústria automobilística do país. O valor disponível é o equivalente a US$ 3,10 bilhões e será disponível em forma de crédito e empréstimos de emergência. A iniciativa é feita para incentivar o desenvolvimento de novos projetos e tecnologias, visando aumentar o crescimento das marcas no país. O governo sueco, porém, deixou claro que não pretende comprar ou ter participação em nenhuma das duas montadoras. Os planos de venda por parte das montadoras americanas devem continuar.

Por Carlos Eduardo Tobias





Volvo e Saab recorrem à Suécia visando atenuar crise

1 12 2008

Afetando todo o mundo, a crise financeira tem feito com que muitas montadoras tenham optado por pedir auxilio para o governo local. É um meio de atenuar os grandes prejuízos que tem sido registrados. As montadoras suecas Volvo e Saab seguem a idéia, e mesmo pertencendo, respectivamente, aos grupos Ford e GM, que aliás encontram-se em condições até piores, o diretor executivo da Saab, Jan-Ake Johnson e o CEO da Volvo, Stephen Odell, estiveram em reunião com o ministro da Indústria da Suécia, Maud Olofsson, em busca do valor de 195 milhões de euros, algo próximo aos R$ 580 milhões.

volvo 2006 SAAB 9-7X

Com informações do jornal inglês “Financial Times”, a proposta está sendo analisado pelo governo sueco, podendo vir em forma de apoio direto às montadoras ou com garantias de empréstimo. Vale lembrar que mesmo em busca de ajuda, tanto a Volvo quanto a Saab correm o risco de serem vendidas pelos seus grupos. Mais uma medida para tentar conter a tão temida crise.

Por Carlos Eduardo Tobias