Ssangyong revela nova imagem do utilitário C200

24 03 2009

Revelado inicialmente em outubro passado no Salão de Paris, o crossover concept C200 promete ser o maior lançamento da pacata Ssangyong nos últimos 10 (ou 20) anos. Além de ganhar uma versão ecologicamente correta denominada “C200 Eco”, estreia também a configuração convencional do utilitário, como você podê ver por esta imagem revelada pela marca na manhã de hoje (24).

ssangyong200c

O lançamento oficial de ambas as versões, Eco e Aero, deve acontecer dentro de alguns dias, quando abrem-se as portas do Salão de Seul, na Coreia do Sul. Até o momento, sabe-se que esta versão terá o mesmo tamanho do conceito, algo equivalente à um Honda CR-V ou à um Toyota RAV-4 – seus futuros principais concorrentes. O motor utilizado será um bloco movido à diesel de 2,0 litros turboalimentado capaz de gerar 175 cv de potência, o mesmo da variante ecológica, mas desprovido de algumas alterações.

Por Fillipe Vivas

Anúncios




SsangYong C200 Eco concept é revelado antes do previsto; Kyron terá versão híbrida

17 03 2009

Revelado inicialmente em outubro passado no Salão de Paris, o crossover concept C200 ganhará uma versão ecologicamente correta denominada “C200 Eco”. Algumas informações e uma foto desta versão vazaram antes de sua apresentação oficial, que ocorrerá em alguns dias no Salão de Seul, Coreia do Sul.

ssangc200 

Até o momento, sabe-se que esta versão terá o mesmo tamanho do conceito, algo equivalente à um Honda CR-V ou à um Toyota RAV-4. O motor utilizado será um bloco movido à diesel de 2,0 litros turboalimentado capaz de gerar 175 cv de potência. O câmbio terá opções de trocas manuais ou automáticas, além de tração nas quatro rodas.

kyron 

Além do C200 Eco, a SsangYong exibirá no mesmo evento uma versão híbrida do SUV Kyron. Muito pouco foi divulgado a respeito desta versão, sabe-se apenas que acoplado ao motor elétrico funcionará um bloco à diesel que reduzirá o consumo de combustível em 30% e as emissões de CO2 em 50%. A potência e o torque deste propulsor não foram revelados. Mais informações serão divulgadas quando o Salão abrir as portas.

Por Dyogo Fagundes





No primeiro bimestre, Ssangyong vende 40% a mais no Brasil

9 03 2009

Para a Ssangyong, ao menos no Brasil, crise é coisa de outro mundo. A montadora coreana acaba de revelar os balanços comerciais do primeiro bimestre do ano (período que corresponde aos meses de janeiro e fevereiro) com números favoráveis em quase 41%. Para ser mais exato, em 2009 foram emplacados 40,83% veículos a mais do que no mesmo período do ano passado.

ssangyong-actyon-sports

Dentre os modelos Actyon, Actyon Sports, Kyron e Rexton II, foram emplacadas 169 unidades somente no primeiro bimestre do ano – em janeiro foram 64 e, no mês seguinte, mais 105 unidades. Boa parte desse número veio graças à picape Actyon Sports, que obteve 107 unidades registradas. Para Mohsin Ibraimo, diretor da SsangYong do Brasil, o sucesso da picape no país se deve ao fato de apresentar boa relação custo/benefício, ainda mais agora com a redução da alíquota do IPI.

Por Fillipe Vivas





SsangYong entra em concordata na Coréia do Sul; distribuição para o Brasil não está afetada diz importadora

12 01 2009

Se para a Hyundai esta semana é motivo de comemoração pelo prêmio conquistado pelo Genesis, para outra montadora coreana a partir desta semana a regra vai ser preocupação. A SsangYong, que no final de 2008 anunciou não ter dinheiro para pagar seus funcionários na Coréia do Sul e que agora no começo do ano recebeu um investimento da chinesa SAIC que detém 51% de participação em suas ações, acabou entrando em concordata para evitar sua falência.

ssangyong

Após uma reunião com a SAIC, a diretoria da SsangYoung anunciou a decisão, que foi tomada para normalizar a situação pela qual passa. Estando em concordata, a montadora está protegida quanto a possíveis pedidos de falência por parte de seus credores. A maior dívida da SsangYong pertence ao Banco de Desenvolvimento da Coréia, que já havia entrado com um pedido de pagamento com a SAIC. Aliás, a empresa chinesa abriu mão de seus direitos administrativos para que a concordata ocorresse. A atual situação da montadora também derrubou alguns diretores. A SsangYong ainda não conseguiu empréstimos para pagar totalmente seus funcionários.

actyonsalao1 kyron

Enquanto isso no Brasil, a importadora oficial da montadora, a Districar, divulgou uma nota onde diz que a montadora não interrompeu sua produção e  que o fornecimento de veículos e peças originais para o mercado brasileiro não será afetado. Diretores da importadora foram convocados a participar de uma reunião na Coréia do Sul, onde foi garantido o fornecimento a todas as distribuidoras da montadora em 115 países. Comercializando em nosso país os veículos Kyron, Actyon, Actyon Sports e Rexton II, a Districar vendeu 1698 unidades em 2008. Para 2009 a projeção de vendas  era de 4 mil unidades, mas devido a crise, foi reduzida para 2500.

Por Carlos Eduardo Tobias





SsangYong recebe investimento para conter crise

7 01 2009

No fim de 2008 a coreana SsangYoung anunciou que não tinha dinheiro em caixa para pagar seus funcionários. Sem saída, somente um auxilio de sua empresa detentora poderia ajudar a montadora. A resposta chegou agora. A chinesa SAIC anunciou que irá investir 25,9 milhões de won, o equivalente a 15 milhões de euros, na SsanYoung. O valor é ainda pequeno perto da dívida de 320 milhões de won que a montadora coreana possui com seu maior credor. Somente para seus funcionários na Coréia do Sul, a empresa deve cerca de 29 milhões de won.

ssangyong

A SsangYoung diz que o investimento da SAIC será utilizado para o desenvolvimento de novos produtos, algo estranho, já que o mais esperado seria priorizar o pagamento atrasado de seus funcionários. Como forma de cortar gastos e reestruturar a montadora os executivos chineses defendem demitir 2 mil trabalhadores coreanos antes de pensar em um novo investimentos na empresa. Vejamos como serão as negociações nos próximos meses.
Por Carlos Eduardo Tobias





Ssangyong não possui dinheiro para pagar seus funcionários

23 12 2008

A montadora coreana Ssangyong, conhecida em nosso país por comercializar veículos como desenho “exótico” como o Actyon, está enfrentando graves problemas em sua matriz, na Coréia do Sul. A montadora simplesmente não possui dinheiro em caixa para pagar os cerca de 8 mil funcionários que emprega no país. O anúncio foi feito aos trabalhadores por meio de uma carta “‘devido à falta de fundos operacionais para dezembro, é impossível para a companhia pagar salários’”. A montadora registrou em seu país de origem uma queda de 34,5% no acumulado de janeiro-novembro. Além disso, a Ssangyoung possui uma dívida de cerca de US$ 77 milhões.

ssang-yong-actyon-lat

A proprietária da montadora desde 2005 é a chinesa SAIC, já é conhecida em nosso blog por ser a principal interessada em adquirir da Ford a sueca Volvo. A Ssangyoung pediu auxílio para a chinesa, mas a resposta foi negativa. Sem saídas, a montadora se viu obrigada a parar sua produção no momento. E seu futuro continua incerto.

Por Carlos Eduardo Tobias





Salão de São Paulo: estande da Ssangyong não traz grandes novidades

28 10 2008

Uma das montadoras que mais cresceu nos últimos anos no mercado brasileiro, a sul-coreana Ssangyong levou para o Salão de São Paulo apenas os já conhecidos utilitários Actyon, Kyron e Rexton. A maior novidade é a estréia de um propulsor movido a gasolina no seu carro-chefe de vendas, o Actyon. Rumores sobre a chegada da versão de produção do C 200 (um conceito apresentado no Salão de Paris) também rondam o pavilhão do Anhembi, ainda que nada esteja confirmado.

Fugindo um pouco à combinação de motor diesel, caixa automática e tração 4×4, a Ssangyong lançou no Actyon um novo propulsor movido a gasolina. Equipando apenas o SUV e acoplado à uma caixa automática, ele tem 2.3l e gera 150 cv de potência. Já na versão Sports (picape), a novidade é a transmissão manual de cinco velocidades que trabalha em conjunto com um motor turbodiesel de 2.0l e 141 cv. Com isso, a marca pretende aumentar ainda mais o crescimento de 530% registrado no acumulado deste ano, s comparado ao mesmo período de 2007.

Apresentado no Salão de Paris, cujas portas se fecharam no dia 19 deste mês, o carro-conceito C 200 estréia em 2009 no Brasil, já na versão de produção – é o que afirma dirigentes da marca. O modelo traz no visual o grande destaque, fugindo da extravagância dominante na montadora. São 4,40m de comprimento, 2,64m de entre-eixos e um moderno propulsor 2.0l de 175cv movido a gasolina. Características suficientes, juntamente ao nível de tecnologia, para peitar tradicionais utilitários europeus e, principalmente, japoneses.

Por Fillipe Vivas