Effa M100 volta ao Brasil mais caro e mais moderno

18 10 2010

Oficialmente o primeiro carro chinês a desembarcar no Brasil, o Effa M100 chegará nas próximas semanas com melhorias técnicas para tentar elevar seu baixo rendimento no mercado. Com apenas 780 unidades vendidas em três anos, o modelo recebeu várias reclamações devido à má qualidade da montagem de suas peças, mas voltará ao país com melhorias efetuadas especialmente em sua construção graças à ajuda da Suzuki, parceira da marca chinesa.

Continue lendo »

Anúncios




Effa reduz em 1.000 reais preço do M100; modelo passa a custar R$ 23.480

27 01 2010

A Effa anunciou na manhã desta quarta-feira (27) o reposicionamento do preço de seu único veículo de passeio disponível no mercado nacional. A linha 2010 do compacto M100, fabricado na China pela Changhe, passa a ser vendida por R$ 23.480, representando uma redução de 4,3% – ou cerca de 1.000 reais – em relação ao valor cobrado pela antiga versão: R$ 24.500. Agora o pequeno importado é o segundo modelo mais barato do Brasil, perdendo apenas para o Mille 3 portas.

Continue lendo »





Effa produzirá utilitários no Brasil em 2010

26 10 2009

Presente timidamente no mercado brasileiro, a chinesa Effa quer mudar sua imagem e já anuncia investimentos. A marca revelou à imprensa nesta segunda-feira (26) que  iniciará a montagem dos utilitários Hafei Van, Furgão e Picape no polo industrial de Manaus (AM) a partir de janeiro de 2010. Serão investidos US$ 10 milhões para produzir 1.000 unidades anualmente.

effa_picape-10

Continue lendo »





Effa já vende M100 re-estilizado no Brasil

24 02 2009

Exposto pela primeira vez no país em meados de outubro passado, quando acontecia em São Paulo o Salão do Automóvel, a versão re-estilizada do compacto chinês M100 já pode ser encomendada em algumas das 16 revendas autorizadas da Effa no Brasil. E o modelo chegou “na surdina”, como bem nota o site da revista Auto Esporte, revelando ainda que uma loja de São Paulo comercializa a versão 2009 completa (inclusive com CD player) por R$ 25.980 e sem muito alarde.

effa2

As principais novidades estéticas do compacto mais barato do país se concentram na parte dianteira, a qual recebeu faróis bem maiores e grade e parachoque redesenhados, dando assim um ar mais atual e “esportivo”. Atrás, os destaques são as lanternas, com nova disposição dos elementos, e o parachoque, que perdeu o espaço da placa para a tampa do portamalas e ganhou novos repetidores. Na mecânica, não há alterações, continuando em linha o pequeno propulsor 1.0l de 47 cv e origem Suzuki.

effam100 effam1002

Pouco antes de começar o Salão de São Paulo, a Effa divulgou o valor reajustado do monovolume por conta da re-estilização: R$ 25.580. Mas, com a redução do IPI adotada logo em seguida, o preço de tabela do M100 linha 2009 caiu para R$ 21.700 – foi embora também o CD player, que agora é oferecido somente como opcional. De resto, os mesmos ar-condicionado e vidros e travas elétricas de série.

Por Fillipe Vivas





Effa e Kia anunciam preços reduzidos

16 12 2008

As montadoras não têm demorado muito para ajustar suas tabelas de preço com a redução do IPI. Hoje foi a vez da chinesa Effa e da coreana Kia anunciarem os novos preços para seus produtos. A Effa, cujo principal modelo é o M100, acabou vendo um problema na redução do imposto. Com ele, a Fiat pode voltar a dizer que comercializa o veículo mais barato do Brasil, o Mille, que custa a partir de R$ 21.754. A resposta logo veio, e mesmo com uma mínima diferença, o M100 voltou ao cargo de carro mais em conta do mercado, custando a partir de R$ 21.700. O modelo, que foi exibido no Salão de São Paulo com uma reestilização, não possui mais o CD player como item de série, que agora é oferecido somente como opcional. Os demais modelos da montadora chinesa, Hafei Picape, Hafei Van e Hafei Furgão, passaram de R$ 22.980, 27.980 e R$ 26.980 para R$ 21.980, R$ 26.480 e R$ 25.480, respectivamente.

m100salao picanto

Já a coreana Kia anunciou que sua redução de preços será válida até 7 de janeiro de 2009 e envolve os modelos Picanto, Cerato, Carens e Sportage. O compacto Picanto, quando equipado com câmbio manual, passou dos R$ 35.900 para R$ 34.900 e com câmbio automático deixou de custar R$ 40.900 para valer R$ 39.900. O sedan Cerato também ganhou uma redução de mil reais, passando a custar R$ 48.200 na versão manual e R$ 53 mil com câmbio automático. A minivan Carens obteve um maior desconto, passando a custar R$ 75.900, contra os R$ 79.900 pedidos anteriormente e por fim, o Sportage passou a custar na versão de entrada com motor 2.0, câmbio manual e faróis de neblina R$ 73.500 ante R$ 77.400. A versão completa, ainda com o propulsor 2.0 mas com câmbio automático e freios ABS deixou de valer R$ 87.900 e passa a custar R$ 83.500.

Por Carlos Eduardo Tobias





Salão de São Paulo: Effa traz gama Lifan ao Brasil

28 10 2008

Fabricante do até então automóvel de passeio mais barato do Brasil, a chinesa Effa levou ao seu estande do Salão de São Paulo uma nova marca, a igualmente chinesa Lifan. A nova montadora contará com uma gama de veículos pequenos e médios que sofisticará a linha Effa e trará como principal novidade o baixo custo. Roubando um pouco a cena, a Effa acaba de lançar o compacto M100 reestilizado – e com acréscimo no preço.

Ex-detentor do título do mais barato veículo no mercado, a partir de agora, o Effa M100 mudou e está mais caro. Devido ao aumento do dólar e às modificações na linha, ele passa a custar R$ 25.580 e perde novamente o posto para o Fiat Mille, cujo valor sugerido parte dos R$ 23.690. Dentre as mudanças visuais, destacam-se o conjunto óptico frontal, maior e mais arrojado e os pára-choques remodelados. Na mecânica, não há alterações, continuando em linha o pequeno propulsor 1.0l de origem Suzuki.

Além do M100, a Effa exibirá ainda, em parceria com a Hafei, uma família de pequenos utilitários nacionais composta por van, picape e furgão, todos montados em Manaus (AM). Já a Lifan, que inicia suas operações no Brasil juntamente com a Effa, mostra o hatch LF520 e os sedan LF250 e LF620, todos equipados com propulsores 1.3l de 85cv e 1.6l de 104cv – este último disponível apenas para o hatchback. De série, equipamentos suficientes e preço baixo.

Por Fillipe Vivas





Effa levará M100 reestilizado ao Salão de São Paulo

7 10 2008

Detentor do título de automóvel mais barato do mercado nacional, custando R$ 22.900, o compacto chinês M100 chega com novidades para o Salão de São Paulo, cujas portas se abrem a partir do dia 30 deste mês. O modelo começou a ser comercialiazado no fim do primeiro semestre e trouxe na bagagem, além do excesso de simplicidade, alvo de grandes críticas da imprensa especializada, bastante confusão. Depois de meses de espera pela homologação, veio a troca do nome a “pedido” da Fiat – a nomenclatura Ideal confundia com o Idea, minivan pequena da montadora italiana.

Os chineses chegarão com peso para a mostra paulista. No estande da Effa, onde será apresentado o compacto M100 reestilizado, estarão presentes também dois modelos da Lifan, uma das 10 maiores montadoras da China. Contracenando com o novo M100, que ganhou conjunto óptico e pára-choques redesenhados, estará também um sedan de médio porte da Effa, O LF620, equipado com um propulsor 1.6l de 104cv, recheado de itens de série e seguindo a receita do preço baixo.

Além do M100 e do LF620, a Effa exibirá ainda, em parceria com a Hafei, uma família de pequenos utilitários nacionais composta por van, picape e furgão, todos montados em Manaus (AM). Já a Lifan, que iniciará suas operações no Brasil juntamente com a Effa, mostra o hatch LF520 e o sedan LF250, ambos equipados com propulsores 1.3l de 85cv e 1.6l de 104cv – este último disponível apenas para o hatchback.

Por Fillipe Vivas