GM anuncia investimento de R$ 1,4 bilhão e 15 novidades até 2012

23 03 2010

A General Motors do Brasil anunciou na manhã desta terça-feira (23) uma leva de boas notícias. A fabricante revelou os planos de investimentos no país até o fim de 2012, quando deve ser aplicado mais de R$ 1,4 bilhão de reais em diversas áreas. O objetivo? A modernização das linhas de montagem de São Caetano do Sul e Mogi das Cruzes, ambas em São Paulo, para a chegada de 15 novos modelos nos próximos dois anos.

Do total de recursos, a maior parte – R$ 1,350 bilhão -, se destina para a modernização da fábrica de São Caetano do Sul e sua adequação para a produção dos novos modelos. Quais deles a montadora não revelou, mas também não há muitas hipóteses na manga. O restante da família Agile (pick-up e crossover) deve ser produzido na Argentina, ao passo que o esperado projeto Ônix, substituto dos compactos Celta e Prisma, têm produção prevista para a planta de Gravataí (RS).

Em entrevista concedida ao site Caroonline, o presidente da GM do Brasil e Mercosul, Jaime Ardila, afirmou que São Caetano do Sul abrigará dois novos modelos de plataforma global com ritmo anual de produção na casa das 50.000 unidades cada. De quebra revelou quando ambos chegam: segundo semestre do ano que vem. Fortes indícios da chegada do sedan Cruze e de um novo monovolume (fotografado, inclusive, pela edição de abril da Revista Auto Esporte).

O restante dos 50 milhões de investimentos será aplicado na unidade de Mogi das Cruze, responsável pela produção de componentes metálicos e outros acessórios. O efetivo será aumentado em 190 trabalhadores e a linha de montagem ampliada. E quanto às 15 novidades até 2012? Já citamos seis. As outras 9 se dividem em Malibu, atualização da linha – a GM espera chegar à data com a linha totalmente renovada – e novas versões.

Por Fillipe Vivas

Anúncios

Ações

Information

7 responses

23 03 2010
Comanche

Meu Deus, a GmB com esse “Argila” (Barro não dá sustento na construção), está perdidinha.

É Vectra que sairá de linha, saindo Vectra, terá que sair o Gt.
É um outro projeto que retirará de linha a Meriva e Zafira.
É outro que retirará a S10.
É outro que retirará o Celta e Prisma.
É outro que retirará a Montana.
É outro que retirará de linha …

Sobrará o que?
Agile, Cruze de farol com única parábola “pé de boi” até nos sedans médios, D Max Isuzu Cabine Simples com as bordas deformadas com ganchos totalmente externos na caçamba, é pick-up Agile…

Que a linha atual da Gm, está totalmente desatualizada não resta dúvida, porém retirar esses carros de linha, quando a atualização os colocariam e igualdade com a OPEL, é um absurdo.

Porquê não colocam o novo Astra Europeu no lugar do GT, o Corsa Euro no lugar do Corsa brasileiro (já ví em testes, mas está prestes a mudar na europa e se chegar chegará o que tá para mudar), a Meriva Euro no lugar da brasileira, a Zafira Euro no lugar da brasileira, o Insígnia (que se é caro importar da Euro), fabrica aqui e não importe o feioso e prestes a sofrer atualização nos Eua “Malibu” e também não importe da Austrália o Omega, deixa só o Insígnia “made in brazil ou até CkD”.

Atualiza a Montana de acordo com o Corsa Euro.

Retira os três micro sedans (classic, corsa sedan e prisma), por apenas um, sendo o projeto onix sedan que tem fotos de seu desenvolvimento nos Eua e aparenta ser bonito.

Joga o Agile no lixo.

Traga a S10 verdadeira e americana.

Traga a Silverado americana para competir com F250 e Ram.

Meu Deus.

ENQUANTO ISSO, OS MOTORES SÃO DO PERÍODO CRETÁCEO.

GM, mude totalmente os diretores no Brasil, pague o valor que o Presidente da Audi do Brasil exigir, seja qual for o valor, pois ele tem arrojo de trazer os Opel e as pick-ups americanas, e dê uma guinada na sua história.

Vocês no passado, eram considerados como marca de vanguarda, mas esse passado é distante.

Melhore suas cores ridículas, e busque o chefe de pintura da Fiat e da Toyota para fabricar tintas para suas mortas cores.

Só conheço no Brasil uma montadora mais apática e anêmica do que vocês que é a Ford em termos de lançamento, só que mesma a Ford, está superando vocês com o excelente conjunto mecânico do Focus, mas as demoras em trazer Fiesta, motores flex para o Focus, a burrada de não soltar um Focus St ou Rs para chamar marketing para os novos motores flex 2.0, faz das duas americanas, as verdadeiras campeãs da apatia.

Meus pêsames GM do Brasil
Meus pêsames Argila
Meus pêsames Gm mundial, por não ter a coragem em colocar na rua o Argila e seus comandados.

24 03 2010
rdish

Claro que não vai colocar na rua. Pq o que foi feito pela GM está dando certo. Veja as vendas do Agile.
Não adianta choradeira.

24 03 2010
Salésio

Meu conceito é que se pegássemos uma carroça (sim, aquelas puxadas por cavalos) e colocássemos os emblemas Chevrolet ou Volks isso venderia como água, ou melhor, como cerveja, no Brasil. No meu ponto de vista apesar da letargia, Ford e Fiat ainda conseguem superar as demais quando tem lançamentos.

Exemplos não faltam:
Agile – eita coisinha feia e desproporcional, vende o que vende;
Fox – idem – aquele parachoque traseiro é de matar;
Gol/Voyage/Saveiro – fala sério, o que é aquela trava de pino nas portas – vende o que vende;
Astra/Zafira/Classic – chamá-los de ultrapassados é elogio;
Celta e Prisma – outros da série “o que um designer não deve fazer” – vende o que vende;
Vectra/GT – o que é isso? Astra lá fora é Vectra aqui. E o motor do Monza sob o capo, o que é isso?
Golf – quem paga tão caro por este carro desproporcional e de seguro absurdo? Sábios? Creio que não!
E por aí vai meus caros, Mille, Polo, Stilo e tantos outros.
Há uma propaganda que diz que Brasileiro é apaixonado por carro, podemos chamar isso de paixão?

24 03 2010
marcelo

o que vira pra ca ate 2012 sao esses;

celta reestilizado “esse ano”
prisma reestilizado “esse ano”
agile sedan “em 2012”
agile suv “esse ano”
agile mpv “em 2011”
agile pick up “esse ano”
malibu “esse ano”
omega reestilizado “esse ano”
colorado “nova dmax” “em 2011”
astra “opel corsa d” “em 2012 ou 2013”
vectra gt “face lift” “em 2012”
cruze “em 2011”
cruze hatch “em 2012”
orlando “em 2011”
projeto ônix “hatch e sedan” “em 2012 ou 2013”

22 04 2011
Otomano

Quero parabenizar os autores dos comentários acima.
É incrível a capacidade que os Srs. demonstram quando falam uma tonelada de fezes e, mesmo assim, conseguem estruturar seus textos, empavonando a tonelada de estrume supracitada, como se realmente fizessem algum sentido.
Mais uma vez, meus parabéns. Burrice como a de vocês pode ser considerada uma habilidade, digna de inveja e admiração.

24 05 2011
Rodrigo

Dá pra ver que o tal Comanche ai não entende nada de carros e muito menos de ação estratégica empresarial, quer ficar com o mozatech fica, tava mais que na hora da GM reestilizar sua linha, Astra, Vectra, Meriva, Zafira tiveram seu tempo agora chega, e quanto a erroneamente Argila que você chama, fique sabendo que o Agile é um dos carros mais vendidos da GM, tava todo mundo cansado já dos carros atuais os monzatech da vida.

Vectra = Mudo legal, plataforma ja encontra dificuldades de fazer outro modelo em cima da atual plataforma, Cruze vem ai…

Celta = Sofreu 2 reestilizações bem minusculas desde seu lançamento, Corsa tem que voltar a ser modelo de entrada. FATO !

Corsa = Desde que GM existe ele ta lá, era modelo de entrada veio o celta com a mesma plataforma e ficaram com 2 produtos quase que na mesma categoria, mancada da GM… Aposenta o Celta e bota o Corsa como era antes modelo de entrada. FATO !

Astra= Jurássico era pra no minimo ter sido reestilizado ou substituido a ums 2 anos atrás na pior das hipoteses.

S10= Já estava na hora de mudar, visual muito cansado, assim como Astra.

Agile,Malibu, Cruze, Camaro SS, Captiva e Nova S10 e até o Corsa como modelo entrada são o futuro da GM.

1 Carro de entrada,
1 Sedan Médio,
1 Hatch Médio,
1 Sedan Pesado,
1 Utilitário,
1 Caminhonete e
1 Super Esportivo V8,

com essa carta de produtos não há inconsistencias nos produtos da GM como acontece hoje com Corsa e Celta que tem a mesma plataforma e que possuem uma visão gasta, tanto visualmente quanto tecnologicamente. Adiosss Monzatech

12 09 2011
Carlos Augusto

Quando a engenharia da Chevrolet fez o design da Meriva com grande participação da equipe brasileira, parecia que havia uma luz no fim do túnel. Bons tempos aqueles, pré crise da falência da GM que acabou virando estatal dos Estados Unidos.
Bons tempos aqueles em que nossos modelos eram os da Opel, uma tradição brasileira que vem do tempo do Opala…
Carro americano só serve para americano, e, carro chinês só serve para quem não é chinês. É a diferença entre olhar para dentro de casa ou olhar para fora de casa. Nenhuma das duas coisas dá certo. Como no Brasil a colonização é européia, é muito mais fácil nos adequarmos aos carros europeus, que são feitos para serem usados na Europa ou em qualquer lugar do mundo.
E mais do que isso, bons tempos aqueles em que os carros brasileiros eram realmente fabricados no Brasil. Ai sim dava para falar em paixão por carros. Hoje não: hoje temos que engolir o Faustão vendendo Jac.
Hoje inventam “carro design” e acham que todo mundo tem que achar lindas incoerências como Ágile, Kia Soul e outras barbaridades por ai. Como se fosse fácil. Design, para que quer saber, é o que se faz na Mercedes, na BMW, na Porsche, na Ferrari, na Jaguar. Nem sei como permitem que seja feito um tal de Lifan, que copia descaradamente o Mini Cooper (esse sim um “carro design”).
Acho que tava no hora das montadoras que já se aproveitaram muito do povo brasileiro tomarem vergonha na cara e começarem a fabricar… carros!
Patético.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: