Abarth apresenta novos Punto Evo e 500C em versão esportiva

24 02 2010

Apresentada à imprensa em meados do ano passado, a primeira reestilização do Fiat Punto acaba de ganhar, no velho continente, a tradicional versão esportiva preparada pela Abarth. As primeiras imagens do novo hatch foram apresentadas nesta quarta-feira (24) e vieram junto com as primeiras informações do Abarth 500C, a inédita configuração conversível do simpático Cinquecento. O primeiro modelo segue equipado com o propulsor 1.4l turbo, agora, porém, com a tecnologia MultiAir que elevou a potência para 165 cv. Já o segundo traz o mesmo bloco com calibração para 140 cv.

Na parte externa, o Abarth Punto Evo adotou uma série inovações estéticas que visaram dar ao hatch um toque a mais de esportividade em dois pontos de vista: primeiro o do desempenho e segundo o do visual propriamente dito. Spoiler frontal, saias laterais e novas tomadas de ar instaladas nas extremidades dos para-choques (este, por sua vez, redesenhado) ajudam na aerodinâmica e reforçam o espírito agressivo do modelo, que ganhou ainda novos extratores de ar no para-choque traseiro.

A pintura é a tradicional branca com faixas vermelhas – há, também, mais opções no catálogo – e a carroceria é sempre a mesma, com 3 portas. Sob o capô, o propulsor 1.4l turbo adotou a tecnologia MultiAir e, de quebra, ganhou 10 cv extras. A potência saltou para 165 cavalos, enquanto o torque máximo subiu de 23,4 kgfm a 3.000 rpm para 25,5 kgfm a 2.250 rpm. Traduzindo em números, o trajeto de 0 a 100 km/h foi reduzido para 7,9 segundos (ante os 8,2s da antiga versão) e o consumo médio saltou para bons 16 km/l.

De resto, a parte mecânica segue sem maiores alterações. Outros destaques são os controles de  Transferência de Torque (TTC) e de modo de condução (Normal e Sport), que aumenta a rigidez dos amortecedores em até 20%. A preparadora oficial da Fiat não divulgou dados de velocidade máxima. Para o Abarth 500C, versão idêntica à Abarth 500 com exceção do teto de lona, o propulsor 1.4l rende bons 140 cavalos de potência, 5 cv a mais que o irmão com teto fechado. A diferença se dá pela ausência da tecnologia MultiAir.

Com isso, o conversível nervoso acelera de 0 a 100 km/h em apenas 8,1 segundos e consome, em média, 6,5 litros de gasolina a cada 100 km (cerca de 15,4 km/l). Maiores informações serão reveladas na abertura do Salão de Genebra, palco de estreia das duas versões apimentadas.

Por Fillipe Vivas

Anúncios

Ações

Information

One response

25 02 2010
solange

ESTRANHO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: