Volkswagen CrossFox 2010 ganha equipamentos e parte dos R$ 45.550

27 11 2009

A Volkswagen anunciou na manhã desta sexta-feira (27) os preços oficiais do novo CrossFox. O modelo reestilizado, que será apresentado oficialmente à imprensa na tarde de hoje, começa a ser vendido nas próximas semanas por R$ 45.550 – cerca de R$ 3 mil mais caro que a antiga versão. Por outro lado, a lista de itens de série foi recheada com trio elétrico, computador de bordo i-System. Com ar-condicionado, o valor salta para R$ 49.390.

Saiba mais sobre o novo Volkswagen CrossFox

Debaixo da roupagem fora-de-estrada leve, o novo CrossFox esconde a reestilização do Fox convencional apresentada no mês passado. Na frente, se destacam os amplos faróis retangulares divididos por uma grade simples, dotada de apenas um friso central. Atrás, lanternas com nova disposição dos elementos são novidades, a exemplo do vinco horizontal que corta a tampa da mala. O interior, a parte da carroceria mais criticada no antigo modelo, mudou radicalmente.

Agora falemos do CrossFox propriamente dito. Os para-choques sem pintura, que juntamente com o estepe na tampa do porta-malas caracterizavam o modelo aventureiro, deram lugar a uma peça mais discreta. Agora ela vem acompanhada da mesma pintura da carroceria – um tom inédito de laranja destaca-se no modelo das fotos – e conta com detalhes pretos na base. No dianteiro, não há mais o falso quebra-mato e a ampla tomada de ar é exclusiva da versão.

Visto de perfil, o CrossFox 2010 exibe novos adesivos na base das portas – aposentando a tradicional raposinha -, maçanetas pintadas e retrovisores prateados com repetidores de direção. As rodas de liga-leve aparentemente cresceram e ganharam desenho mais robusto. Atrás, mais mudanças. Apliques prateados combinam com o novo rack longitudinal e com o estribo lateral, mas o novo suporte do estepe parece destoar um pouco do conjunto.

Falando nele, a Volkswagen ouviu os consumidores e colocou os engenheiros para trabalhar na peça, agora fixada no para-choque. Resultado: mais funcionalidade com um sistema de abertura por meio de uma maçaneta. Por fim, habitáculo e motorização não sofreram grandes modificações para poder receber a grife “Cross”.

Imagens por revista CAR Magazine & Marco de Bari, via Revista Quatro Rodas – Edição dezembro de 2009 (já nas bancas)
Por Fillipe Vivas

Por Fillipe Vivas

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: